21.11.07

diplomacia

Numa reunião com o Presidente da Suiça, o primeiro-ministro da república das bananas apresentou-lhe os seus ministros: Este é o ministro da Saúde, este é o ministro dos Negócios Estrangeiros, esta é a ministra da Educação, este é o ministro da Justiça, este é o ministro das Finanças ...

Chegou a vez do Presidente da Suiça: Este é o Ministro da Saúde, este é o Ministro dos Desportos, este é o da Educação, este o da Marinha ...

Nessa altura, com ar emproado, o primeiro-ministro da república das bananas começou a rir: Ha! Ha! Ha! .... Para que é que vocês têm um Ministro da Marinha, se o vosso País não tem mar?

O Presidente da Suiça faz um ar digno e respondeu: Não seja inconveniente. Quando você apresentou os seus ministros da Educação, da Justiça e da Saúde, eu também não me ri.

1 comentário:

Luiz Leitão disse...

Ilco,

Muito bom esta postagem diplomacia.
Quem não sabe perguntar não pode se queixar das respostas que recebe.

Pois a situação em Paris vem já desde 2005, e o governo nada fez. É exatamente a mesma situação, dois banlieues mortos.

O desemprego era, na época, de 40%, se não me engano, para os jovens imigrantes, e a agressividade de Sarkozy" em nada ajuda. Os alcaides franceses estão justamente pedindo mais atenção e meios financeiros para melhorar a situação destas pessoas.

Não é simples resolver a questão, como você disse em meu blog, mas o que não se pode entender é que nada tenha sido feito. Parece o governo brasileiro, que está há mais de um ano dizendo que não há crise aérea, e as pessoas têm preferido viajar de ônibus, porque é mais garantido e chegar a levar o mesmo tempo, ou menos.

Um abraço,

Luiz Leitão